Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Dietas hiperproteícas, dietas perigosas!

publicado por emagrecercomsaude, em 22.08.14

 

 

 

Cuidado com as dietas hiperproteícas e que eliminam totalmente algum nutriente. É tão prejudicial a falta de um nutriente como o excesso dele.


Todos os nutrientes são essenciais para o nosso organismo e boa saúde, senão não existiam!
A falta deles causa desnutrição e doenças, mas o excesso também pode causar doenças e problemas graves.


As pessoas engordam porque comem alimentos processados, com açucar, fast food, gorduras más, hidratos de carbobo simples (açucares), bebem pouca água, não se exercitam e às vezes quando o fazem ou é insuficiente ou de forma errada. Não têm regras e têm maus hábitos. Portanto para emagrecer só têm de fazer o oposto disto! Mas porquê ter de fazer dietas estapafúrdias que fazem mal à saúde? Pense bem: faz algum sentido?!?


Há outros fatores que também podem fazer aumentar o peso, como medicamentos, doenças da tiroide, do sistema nervoso, entre outras, o fator genético e hereditário, assim como por questões hormonais etc, no entanto, saliento que as razões referidas anteriormente são as principais causadoras e revertendo essa situação pode-se mesmo minimizar estes fatores mesmo aqueles que não controlamos como a genética.

Muitas doenças curam-se ou minimizam-se os sintomas com a alimentação e certos alimentos específicos. Por exemplo o hipotiroidismo que tem como um dos sintomas o aumento de peso, é resultado de uma dieta desiquilibrada e falta de nutrientes nomeadamente o iodo e o selénio. Pelo que uma alimentação equilibrada e a ingestão de iodo através das algas por exemplo, pode ajudar imenso.


Isto para mostrar que a alimentação é o mais importante e como todos os nutrientes são importantes. Agora há que saber distinguir as gorduras boas das más e os hidratos de carbono bons dos maus, ou seja, os simples dos complexos.

Os hidratos e as gorduras não devem por isso serem eliminados do nosso cardapio, é a eles que o nosso corpo vai buscar a tão necessária energia, para além de outras funções extremamante importantes como manter o metabolismo acelerado. É preciso é consumir os bons da fita e nas alturas certas.


A exclusão de carboidratos pode provocar tonturas, cãibras, fraqueza e desmaios. São produzidos também corpos cetónicos prejudiciais e toxicos para as células.

Além disso quando se emagrece é por perda de água e não de gordura. A pessoa pensa que emagrece, mas o que ela perde é massa magra/muscular e depois fica difícil manter o peso. Estudos comprovam que as pessoas que fazem estas dietas acabam por recuperar tudo novamente.

Já o excesso de proteína oferece gorduras saturadas contribuindo para o aumento do colesterol mau e favorecendo o entupimento dos vasos sanguineos levando a enfarte e AVC. O excesso de proteína sobrecarrega os rins e pode mesmo levar a insuficiência renal com o passar do tempo, assim como o excesso de ácido úrico no sangue que pode causar deformação das articulações.

As dietas de grande aporte proteíco geralmente gerem desconforto gástrico devido ao demorado processo de digestão das proteínas e gorduras e por isso ficam no estômago  mais tempo. Também é comum a obstipação por falta de fibras. Estas dietas podem também provocar mau humor.

Há algum tempo esteve na moda a dieta de Atkins baseada nestes princípios, mas logo passou de moda por todos estes malefícios e as pessoas perderam o interesse. Assim a pergunta ficou no ar "que nova dieta da moda virá a seguir?" até que apareceu a Dukan...que só a começar pelo fato de eliminar a melhor gordura que temos que é o azeite, mas já permitir as carnes ricas em gorduras péssimas para a saúde, só por aí é ridículo. Durante estas dietas nem sequer se deve praticar exercicio físico, mas esta dieta recomenda caminhadas!

Páre para pensar e deixe de se subjugar a estas dietas perigosas e que não respeitam a sua individualidade, os seus gostos, a sua saúde e a sua liberdade. Elas só entram na moda por questões de marketing.

Seja livre, respeite-se, tenha saúde e seja feliz!


Ver aqui artigo da Deco (Associação portuguesa para defesa do consumidor) sobre a dieta dukan.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados